quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Se afogando no Mar Salgado .

Fico esperando você ligar, esperando o toque do celular preencher o vazio do meu quarto, preencher o vazio que em meu peito habita... Eu sei que não vai ligar, sei que não vai mandar sms mas numa tentativa em vão de alimentar aquela plantinha do desejo e saudade dentro do coração, sei que não vai voltar já que preferiu ir, sei que não vai amar assim como amo. Sei que agora estou sozinha aqui, e assim vou continuar até o vazio ser preenchido por coisas bobas. O vazio que deixou em mim não é pequeno e pouco doloroso mas tenho que sobreviver, levantar a cabeça e seguir... mas por hoje não, hoje vou me deitar e mergulhar nas lágrimas da melancolia e tristeza por perder parte do que um dia eu fui.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Grande massa

Caio na realidade fria que estava tentando esconder, quanto mais tento silenciar a minha mente mais forte ela fica, mais bruta, mais insustentável... não consigo digerir os fatos e as injustiças do cotidiano. Será que estou me tornando tão insuportável? Ou o mundo se tornou insuportável demais para mim?
Meu corpo está entrando em combustão, eu estou tentando gritar em silêncio por Socorro mas ninguém parece ouvir, ninguém lá fora quer me ouvir e então percebo que a única saída sou eu e mais ninguém então preciso me encontrar no meio desse lixo todo para poder encontrar minha paz.
Uma valiosa paz!

Caio no desespero enquanto procuro, Caio na desgraça de deixar minha mente me levar para fim da vida e fim de todo o sofrimento, não... eu não posso cair assim, o que vão pensar de mim? O que essa sociedade suja e porca pode pensar de mim? Vão dizer que fui fraca, que não pensei em ninguém além de mim mesma... mas esse é o objetivo, pensar em mim... fraco é o ser humano que aceita viver nessa podridão apenas aceitando e balançando a cabeça em tom de aprovação para ver seus filhos morrerem, seus pais padecerem na ausência de ajuda... podre são as pessoas que transformam o mundo nessa grande e Redonda massa de merda... forte sou eu por quereres desistir de conviver com irracionais que querem direitos violando o direito do próximo. Forte sou eu por querer morrer e matar por mim. Porque eu sou o que tenho de valor, o maior valor da terra... minha essência.